TALC

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Risco à saúde

O talco em si é uma substância segura para cosméticos. Porém, durante sua produção pode haver contaminação por amianto (asbestos). Esse sim, está associado ao câncer e oferece graves riscos a saúde. O ideal é exigir da marca um certificado de pureza, pois não há regulamentação de pureza dessa substância.

Risco ao meio ambiente

O Talco é proveniente de mineração. Os impactos que a atividade mineradora podem ocasionar são: remoção da vegetação na área de extração, aceleração de processos erosivos, possível contaminação de solo ou recursos hídricos, entre outros.

Potencial alergênico

NÃO

Obs.: Ao existir um potencial alergênico não significa que você vá desenvolver uma alergia utilizando o produto. Mas sim, que são ingredientes que comumente oferecem maior probabilidade de irritação, sensibilização ou reação alérgica da pele. Mas lembre-se, seu médico é sempre a melhor pessoa para indicar ou contraindicar produtos. Os estudos científicos, em geral, consideram os efeitos de cada ingrediente isoladamente. Mas é importante ressaltar que o impacto de cada um poderá ser influenciado pela proporção usada, pela procedência de tal substância e, sobretudo, da composição que ela faz parte.

_____________________________________________________

Funções do ingrediente

  • ABRASIVOS
  • Substâncias adicionadas aos cosméticos com o objetivo de fazer uma remoção de tecidos ou materiais indesejados na superfície da pele, auxiliando na limpeza da pele através da esfoliação.
  • ABSORVENTE
  • Adicionado aos cosméticos como meio de dispersão de substâncias dissolvidas em água, em gorduras, ou em partículas muito pequenas.
  • ANTIFERMENTANTE
  • Permite o fluxo livre de partículas sólidas e, assim, evita que os cosméticos fiquem aglomerados em pó, nódulos ou massas duras.
  • AGENTE DE VOLUME
  • Reduz a densidade de produtos cosméticos.
  • OPACIFICANTES
  • Reduz a transparência ou translucidez dos cosméticos.
  • PROTETOR DA PELE
  • Ajuda a evitar que efeitos prejudiciais de fatores externos ocorram na pele.
  • _____________________________________________________

    Outros nomes do ingrediente

    • SOAPSTONE • STEATITE • TALCUM • AGALITE • ASBESTINE • AUSTRALIAN MICROCRYSTALLINE • TALCO

    _____________________________________________________

    Observações

    • Não deve ser usado na pele onde a barreira epidérmica foi removida ou na pele com queimaduras de segundo grau ou mais.

    _____________________________________________________

    Restrições

    • NA UNIÃO EUROPEIA (CosIng) e CANADÁ – Proibido uso na forma de pó em produtos infantis. • ESTADOS UNIDOS (FDA) – Máximo de contaminação por chumbo de 20 ppm e 3 ppm de Arsênico. • ESTADOS UNIDOS (CIR) – Concentração máxima 35% em aerosóis e 100% nos demais produtos. • BRASIL (ANVISA) - Solicita comprovação da ausência de irritabilidade e sensibilização cutânea nos produtos infantis. Além de exigir alguns alertas na embalagem (RDC N° 15, DE 24 DE ABRIL DE 2015)

    _____________________________________________________

    Fontes

      CIR 2015

      Canada Cosmetic Ingredient Hotlist 2019

      FDA 2019

      CosIng

      IARC Publications

      ECHA Dossier 2020

    Critérios de avaliação

    Seguro em cosméticos

    É seguro em cosméticos sem restrições de uso ou quantidade, e sem causar impactos à saúde e/ou ao meio ambiente.

    Seguro em cosméticos, com restrições

    É seguro em cosméticos com restrições de quantidade e/ou uso, segundo evidências científicas. E podem causar impactos à saúde e/ou ao meio ambiente se forem utilizadas em finalidades distintas as aprovadas ou em quantidade acima das permitidas.

    Classificados como seguros, mas ainda em avaliação

    São considerados seguros em cosméticos por órgãos especializados, porém, estão com estudos ainda em avaliação de danos mais graves.

    Comprovadamente associados a danos graves

    Já existe comprovação científica conclusiva que podem causar impactos graves à saúde e/ou ao meio ambiente.

    Potencial inconclusivo

    Estudos não permitem nenhuma conclusão por estarem em andamento ou obterem dados divergentes sobre sua segurança a saúde e/ou impactos ao meio ambiente.